terça-feira, maio 04, 2010

Coisas a entender...


Frida Kahlo - A vida 

Eu sei que não quero mais tentar ser fria e calculista, porque não sou assim. Eu não quero mais procurar lógica em coisas do coração. Porque coisas do coração são ilógicas mesmo. E, aliás, eu quero que elas sejam ilógicas para sempre. Eu quero sentir este mistério sempre. Estou pensando até em controlar com afinco esse meu jeitinho grosso de ser e viver. 
Olha, eu sei que eu faço tudo errado na maior parte do tempo, mas eu acho que ainda tenho alguma coisa boa a oferecer pro mundo além de insanidades e lamúrias. Então eu acho que daqui pra frente, além de continuar na era do chá branco, o qual segundo minha nutricionista faz milagres, e manter minha promessa de emagrecimento, eu vou ter um convívio mais acertado com o mundo. É. Afinal de contas, não posso perder os dias me irritando porque a vida não para p a moçoila aqui poder passar. Nem os carros na rua fazem isso. Acho que nem os pedreiros da construção aqui perto fazem isso, sabe (pra ver como a coisa tá preta). Vixe! Coisa estranha e engraçada, qdo eu estava mais gordinha todos me olhavam e queriam sair comigo. Hum? Verdade... Não sei dizer o q era, somente q despertava essa curiosidade. Poderia até me enganar, achar que sou bela como as outras mulheres, mas sei que não se trata de beleza. Sei também que não são roupas, cuidados com a beleza que fazem as mulheres mais belas, nem o preço dos cremes e o corpo sarado. Sei que o problema não esta ai. Não sei onde esta. Sei apenas que não é onde as mulheres pensam. Na verdade acho que tem a ver com o olhar, com a sensualidade e com muita melancolia. Afinal, já dizia o poetinha, uma mulher tem q ter qualquer coisa que chora. 
Na verdade, não era preciso estimular o desejo. Ele estava naquela que o provocava, ou então no existia. Já estava presente desde o primeiro olhar ou não existira nunca. Era percepção imediata de um relacionamento erótico de sexualidade ou não era nada. Na verdade soube disso antes da minha primeira experiência, antes de amar pela primeira vez. 
Eu sei que é muito mais fácil aceitar uma existência microscópica do que ir atrás de uma lupa, mas dane-se. E eu nem sou lá tão ambiciosa assim. Eu só quero alguém pra coisas básicas, como ficar de mãos dadas escondidas embaixo da mesa, dançar Carlos Gardel no mesmo ritmo, brigar por besteira e já pedir desculpas, e admitir que gosto e que sinto saudades. Ai, ai. A vida é tão simples, não entendo por que é que eu complico tanto. 

TRILHA SONORA DO DIA - CARLOS GARDEL - EL DIA QUE ME QUIERAS

5 comentários:

Anônimo disse...

Oi Dan,

Diga-me, vc está apaixonada?
O seu texto me refere a um coração trasnbordando. Será?
Qto a ser gordinha ou magrinha: vc é a mulher mais interessante q ja conheci: bem humorada, emotiva, chorona, discuti politica, cinema, religião, futebol( e entende, e isto não é preconceito).
Vc deveria escrever algo no seu blog sobre futebol, me lembro de um texto seu sobre sua paixao bambina. rs
bjo, minha querida!
Júnior

Anônimo disse...

Dan,

Tô rindo sobre o comentários dos pedreiros. rs
Ju

WiLL disse...

"Bom dia, flor do dia. Há quanto tempo não te via" - Farsa da boa preguiça, de Ariano Suassuna
Dani, vc é um pulsar intenso de vontade de viver. Realmente, a vida não para "só" pq a gente ta sofrendo... (in)felizmente!
bjos

alex disse...

"..A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.." V.M.
Acho que complicamos a vida, ao ceder demais ao mundo, as pessoas. Ja fui muito preocupado, com oque os outros pensavam, em agradar, e deixava de ser eu mesmo. E toda a satisfação proveniente disto não preencheria o vaziu de renegar oque penso e sou.
Uma hora acho quem não me obrigue a atuar, pois não sou um bom ator.
bjs!! adorei

Girassol disse...

Ju,
A paixão é constante em minha vida, esqueceu?hehehe
Lembro do texto sim, mas agora ando sem motivação p escrever sobre o SPFC. rss
Will, não sei mais viver sem seus comentários.Eu amo tanto vc, q tenho vontade de chorar, mesmo vc sendo chato e não indo tomar café comigo.
Alex, adorei seu comentário tb. Vinicius teve uma epoca q foi vital p mim...E como vc odeio atuar.
bjos