terça-feira, novembro 27, 2012

NECESSITO

Necessito de um bom dia quente como sol, de um sorriso e uma alegria que vai além do sorriso, como se fosse a própria alma revelando-se no momento matutino como um girassol.

Necessito de ovomaltine, de beijinhos, de pequenas mortes (muitas), de um olhar que diz coragem, meu amor!

Necessito de mãos dadas, fôlego de nadador, de café todas as manhãs e sempre compartilhado como se a existência nascesse ali...no momento do beijo com gosto de café. E assim nos refizermos diariamente.

Necessito de canções. Todas. Todas. Porque todas dizem de mim, de nós, da vida. E de um bocado de sonhos guardados no lado esquerdo do leito.

Necessito cantar, gritar, amar, dançar, recitar...sem medida.

Necessito uma boa taça de vinho para terminar a noite. Sempre Malbec e todos os devaneios do mundo.

Necessito do vermelho, do amarelo, de Van Gogh e até do surrealismo do Magritte. Descobri no impressionismo um surrealismo que preciso depois de ti.

Necessito da sintonia contida nos corações. Sentidas. Sincronizadas, faladas ou caladas.

Necessito de um bom livro para viajar o mundo contigo. Necessito ler para ti.

Necessito do doce que há no beijo. Do doce que há na panela e até no supermercado. Porque doce é a vida ao teu lado.

Necessito de fala mansa, cheiros amadeirados e de terra molhada. Necessito do cheiro do campo que se mistura ao teu.

Necessito da pressa de ser e viver e ao mesmo tempo da calma de um olhar perdido no meu. Mergulhado.

Necessito de uma boa noite escancarada e cheia de saudades, mesmo quando o tempo acusou separação por 5 minutos, porque a saudade não tem tempo e muito menos espaço.

Necessito de um amor contido, mas gritado... dialeticamente intenso.

Necessito de um guarda-chuva vermelho para além da chuva... Caminharmos compartilhando.

Necessito de comunhão de sonhos e da utopia concreta que mora em ti.

Necessito do ar, da música, da poesia, da comida, da água, do amor, da amizade e mais que tudo isso... Necessito como nunca necessitei de nada quando me vejo retratada em tua pupila dilatada... em descompasso com o teu coração.

Necessito de acordes sutis e de praças públicas.

Necessito de Paris, Buenos Aires e dos bairros boêmios pelo mundo.

Necessito de samba...sim de samba...para sambar no teu coração e sentir o ritmo que mora em nós.

Necessito de ócio para vagabundear contigo.

Contudo o mais engraçado é que não necessito de nada quando me tocas. Tudo se congela e o mundo se principia...

TRILHA SONORA DO POST - AINDA BEM - MARISA MONTE  

3 comentários:

Anônimo disse...

E eu necesito de uma garota que necesita de tudo isso. Vc é muito linda. Que FDP sortudo esse, hein?

Elias disse...

Gostei :)

Ricardo Soares disse...

Eu necessito de ler o que tu escreve, e vergonhosamente dar apenas um parabéns.