quinta-feira, maio 06, 2010

A possibilidade do amor ou a ilusão

Se um dia eu te  encontrasse, o que teríamos?
hum...eu sei. Talvez me convidasse pra beber um copo de cerveja, ou para conversar sobre arte, politica, futebol, literatura, amor e sexo( não necessariamente nesta ordem). Talvez me convidasse para ir a Paris: a casa dos impressionistas. Talvez me oferecesse um girassol e me chamasse de senhorita( sempre quis ser chamada assim, mas só me chamam de senhora ou você).
Talvez não acontecesse nada disso Quem sabe uma paixão intensa. hum, não... Seria breve? ou pra sempre? só vivendo...Talvez eu o seduziria e ele nunca admitiria. Ou talvez sim. Ou, mais provavelmente, não, pois o medo não lhe deixaria viver ele se paralisaria e  voltaria aos velhos hábitos sem grandes emocões. Talvez ele me dissesse adeus e argumentasse que somos diferentes demais para estarmos juntos e por isso, desistiria de mim. E para variar, eu ficaria desiludida e me perdereria de mim, iria desejar a morte e sentiria sua falta. Mas, o problema mesmo seria o meu coração. Ele é muito descompassado, teimoso e tá quase sempre me deixando na mão. O meu coração é bobo e totalmente entregue. Sem noção. Depois de algum tempo, poderiamos nos encontrar numa noite chuvosa e de frio, o silencio falaria por nós. Ele perguntaria como anda a vida e me ofereceria um cigarro. E eu parar varia não conseguiria falar. Talvez, nunca estariamos distantes, Talvez a possibilidade do amor, não passe de uma ilusão. Ou talvez, a vida seja urgente.

Trilha sonora do dia: Coração Bobo - Alceu Valença
Este post é uma homenagem para pessoas que como eu são sinceras e intregues às emoções. E que não têm medo de sofrer. Pessoas que parecem frágeis, mas que têm muita coragem, pois é preciso coragem para sentir, sofrer e admitir esta fragilidade diante da vida. Para pessoas com o coração descompassado como o meu. Para meu melhor amigo: Will. Para o Alex. Corações que como o meu são bobos.

5 comentários:

alex disse...

linda!!! comentando ao som da musica que me passou. Você sempre maravilhosa com as palavras.
Aos corações sinceros a dor, mas, tambem a alegria verdadeira e mais profunda. Bom, não da pra negar que as vezes bate um medo, no entanto, uma vida sem o risco da decepção, mas, também sem essa alegria, seria uma vida cinza, apagada, prefiro as cores quentes, o vermelho ou o amarelo dos girassois que você gosta. Não me contentaria nunca com uma vida cinza.
Espero que tenha um felicissimo dia!!! Até mais. beijos!

WiLL disse...

"Ele é muito descompassado, teimoso e tá quase sempre me deixando na mão. O meu coração é bobo e totalmente entregue. Sem noção." [2]

Dani, vc é um amorzinho. Como te adoro tanto. Obrigado pelas palavras, pela ligação, por sua existência.

É triste sofrer, mas amanhã será ótimo saber que estou vivendo... Essa tristeza será efêmera, assim como as paixões que (não) vivo.

bjos

Luciana dos Santos disse...

Senhorita.
Como é linda a juventude..........
Tá semeando bem as luzes da paixão.
Beijos

Girassol disse...

O que posso dizer é somente q vcs são uma fonte de inspiração em estado bruto.
Pessos como vcs são raras.
Adorooo todos os momentos q passo com vc! É um prazer imensuravel.
bjooo
Obrigada pelo carinho de sempre!
Dan

José disse...

waouh ! vc tem a arte e o talente de contar uma historia, de captivar seu leitores. E rare assim ver alguem puder de tratar duma varieda tao impotante de temos.

O melhor blog das americas é esse :)