terça-feira, maio 11, 2010

A coerência da incoerência: Ele!

   Hoje resolvi me utilizar da palavra da moda: coerência, devido a toda essa discussão sobre a escalação do Dunga para a Copa do mundo. Coitado do Dunga, o fantoche da vez da mídia. RS Bem, eu estava pensando em escrever um post sobre lingüística e toda a incoerência coerente do preconceito existente nela, ou é o contrário? Ambigüidade é comigo mesma. RS Tava pensando em falar sobre intolerância, mas... Perdi as forças. Acho q ficará para amanhã. Tb queria escrever algo engraçado, falar sobre política ou falar de literatura. Mas, algo se modificou em mim, algo q não sei explicar direito. Sei que foi por volta das 21h; o incoerente do meu coração me despertou da morte, deixou-me em estado ansioso: ele batia tanto, parecia uma criança q acabara de ganhar o presente sonhado. Na verdade, eu não sei se tudo ocorreu quando me lembrei da sua voz, da sua risada, da sua ausência, ou dos seus olhos, ou se na verdade já havia algum suave indício quando nos falamos pela primeira vez em uma tarde. Tudo se tornou claro: Eu não poderia mais estar fora de você. Incoerente... 

   Talvez me apaixonar por ele tem sido como redescobrir o mundo. Ele é tão pequeno e suave, que estou certa de encontrá-lo nos seus olhos e em cada gesto seu. Não queria voltar ao amor, mas o meu amigo Will sempre pede isso...Talvez, porque o Will seja
igual a mim: intenso! Sempre sofrendo ao extremo. Talvez, eu poderia escrever sobre o Will, o amigo do dia todo, da vida e das confissões mais secretas. Pleonasmo isso, mas é isso mesmo. Pois, eu sou um pleonasmo quase sempre. E o meu amigo entende a minha redundância e a minha entrega as paixões. Pelo seu incentivo, Will: Estou voltando ao amor. Eita! Que medo. RS 

   Enfim, só queria dizer para ele (não para o Will...rss)que ao lado dele me sinto em perigo. Sempre. Frágil. Desprotegida. E totalmente a mercê dos seus desatinos. Queria dizer mais, que nada se compara ao seu rosto sublime. Sua incoerência deve ser sua maior dor. Seu sorriso sempre me deixa sem complemento. E a gramática não conseguiria completá-lo. Há coisas sem complemento e ponto. Na verdade, há frases sem pontuação, a vagar no mundo, no corpo. O ponto limita. Outro dia o Will me disse q exagero nas vírgulas, eu disse para ele que adoro pausas, ele me mandou procurar um terapeuta. RSS Mas, voltando a ele, a sua pontuação seria regras, subversiva: como o amor deve ser. Sei também que nem a chuva consegue ser tão sutil como suas palavras. Seria elegante e sensato um café? Seria elegante e sensato nos encontramos as sós? Seria elegante e sensato isso tudo: a incoerência? Ou é coerente da minha parte sentir isso... Mesmo que o medo e a incerteza me sufoquem? Acho q to me sentindo como a trilha sonora do meu dia...Vcs irão entender. RS 

TRILHA SONORA DO DIA -  Total eclipse of the heart( BREGA, MAS FALA DE AMOR...E COMO DIRIA FERNANDO PESSOA, CARTAS DE AMOR SAO RIDICULAS, MAS NÃO SERIAM RIDICULAS SENÃO FOSSEM CARTAS DE AMOR..É ISSO! RS)http://www.youtube.com/watch?v=RnJtPjQp8O0

12 comentários:

Anônimo disse...

Daninha,

Estou passado com esse seu texto. Senti vontade de ser o tal ele. E que bom que o Will te incentive tanto. Quanta inspiração, meu Deus! É incoerente da minha parte te convidar para um café?(rs).
bjo e Parabéns pelo texto.
Júnior

WiLL disse...

Petite Daniela,

Me emociou qdo li "estou voltando ao amor". Pensei em: 1)vai encarar isso e 2)vai falar sobre isso aqui. Me parece que está fazendo as duas coisas.
Não creio que seja redundante amar, apaixonar-se. Afinal, a cada dia são aflições diferentes, expectativas diferentes - ainda que "ele" seja o mesmo todos os dias.
Você escreve lindamente.

And I need you now tonight
And I need you more than ever
And if you'll only hold me tight
We'll be holding on forever

Post Scriptum: Petite pronuncia-se petí, é francês e significa "pequena".

Anônimo disse...

Ui, que amor......rsrsrsrsrsr
logo cedo, com esse frio? kkkkkk
vc é sempre surpreendente!!!!!

mauro disse...

Estou aqui!!!
vc que nao enxerga.
eu sou o tal ele!!! rsss

alex disse...

humm! fiquei com muita vontade de tomar um café com vc. Adorei o texto Dani. E Eita! que trilha sonora rss!Vc escreve muito bem, mas, ja te disse isto antes, rss! Adoro ler seus textos, sempre me anima. Muita vontade de conversar com vc linda. Beijos até mais

Girassol disse...

Ju,

Claro q podemos tomar um café. Sempre. Vc sabe q adoro um bom papo e boas risadas.
Mas, é q em nosso caso o café é só um café. heheh O outro café quero tomar com uma pessoa em particular. rss Já estou admitindo isso. O will iria vibrar, pois sou sempre tão trancada e na minha p assuntos do coração.
Eu adoro vc em meu blog. Seu carinho e toda sua amizade. Adoro! bjo

Girassol disse...

Will,

O q seria de mim sua amizade, meu amor? Seria mais perdida ainda. Que bom que encontrei vc. Que bom! :)
Seus comentários são sempre comoventes. Obrigada por se lembrar da petite...da senhorita...eiiii!! assim, vc me faz chorar. Lindo é o seu carinho, paciencia e amizade comigo! :)
hehehe Adorei a letra da música se bem q só me toquei q era a música depois q nos falamos. Adorooo vc! E vc é chato de não querer ir sexta comigo no evento chique. rss
Depois, não reclama q nao bebe pro-seco. rss

Girassol disse...

Anomimo e Mauretes,

Obrigada pelo comentário. :)
E Mauretes vc sempre me mata de rir...rsss E além de tudo me chama de cega. iaaiaiai Obrigada pelo carinho. Adoro vc, amigo! bjo

Girassol disse...

Meu querido Alex,
Indo a SP vamos tomar um café sim...Vamos falar da vida, de futebol, de politica, de linux, de cinema, ciencia...aff Qto assunto. rss Vamos falar de literatura e do amor.
Tb sinto saudade dos nossos papos. Saudade sem complento...Depois, de vc é aquela história, não serve qualquer amigo. Enfim, algo mudou em mim...Q bom, né?
Obrigada pelo carinho de sempre! E tô aqui sempre...Adoro vc!

alex disse...

Só falo de futebol com vc, depois que o spfc estiver desclassificado. Condições iguais. rss! Os outros assuntos irei adorar :). Bom dia pra vc, o meu vai ser uma correria, rss! Até mais, beijos.

Anetti disse...

Nossa Dani, você escreve muito bem!

WiLL disse...

Amada amiga,

realmente eu vibro com vc. Assim como vc vibra comigo. Nossa vida é cheia de vibração.
Te adoro montão.
bjs