terça-feira, dezembro 21, 2010

Toda minha admiração ao Cara!

video

Um sentimento de nostalgia invadiu-me depois que li este texto: O Legado do Cara – Blog O Esquerdopata ( indico a leitura). Na verdade, o texto me deixou sem palavras e com um sentimento de saudade que incorporou meu ser. ESTRANHO LULA NÃO SER MAIS PRESIDENTE. 
 
Lula significou tanto para este país, o metalúrgico que dirigiu com o coração e com a cabeça, um país onde as elites não o aceitavam porque o consideravam indigno de ser PRESIDENTE - um operário- ignorante , anarfa- , e também pela valorização do saber erudito em relação aos outros saberes como experiencia de vida, liderança ( coisas que não se aprende na escola). Antes que alguém critique minha posição, não estou desmerecendo a educação formal e sim ressaltando que há outros saberes que não podem ser desprezados. E que as elites descartam, até mesmo por ignorância e segregação de classe. O importante é a liberdade das pessoas transitarem por todos os saberes, assim não se limitando...

Eu não sou PETISTA, e nem gosto de rótulos, apenas sou uma pessoa que busca igualdade e justiça social e que também luta para assegurar que os direitos civis e humanos sejam respeitados. E o governo lula foi o que mais trabalhou por essas causas no Brasil. Lula fez o Estado cumprir seu papel no que diz respeito a inclusão com os programas sociais de seu governo ( tão criticados pelos conservadores e até por alguns esquerdistas radicais), mas foi com estes programas que a população começou a ter acesso à universidade, a teatro, cinema, a ir escola de forma digna, á moradia. Enfim, ele pôs na prática todo um discurso...E é necessário programas de inclusão( é só olhar para os países ditos desenvolvidos e ver como estes programas existem. mas lá fora os programas são bacanas, aqui é assistencialista...sei. Odeio hipocrisia!). Visto que por si, a sociedade é segregadora e não adianta fingirmos que não é. As cotas elitistas já existem por si e sempre existiram para poucos. O Brasil nasceu e cresceu doente, explorado, manipulado pela coroa portuguesa e infelizmente no Brasil das elites a Casa Grande é pra poucos, o espaço da senzala é para todos e para os animais. Este foi o pensamento elitista do qual nasceu o Brasil e que vem nos guiando há muitos anos. 
 
As políticas do governo Lula as que, pela primeira vez na história do Brasil, diminuíram a desigualdade social. Lula representa a vontade de superação, pela sua própria história.
Lula não criminalizou os movimentos sociais, não vendeu nosso patrimônio público( com a ideais neoliberal de estado minimo), equilibrou nossa economia e não foi vassalo dos EUA, ou de nenhum outro pais dito desenvolvido. Conversou de igual para igual. Disse não nos momentos certos. Lula abriu as portas das universidades para todos e não disseminou o ideal de educação privada no lugar da pública, também não promoveu a mercantilização da cultura. Por tudo isso e muito mais fica aqui minha admiração  pelo filho da Dona Lindu.

Rumo a Brasília e a posse histórica:

Um metalúrgico passa a faixa presidencial para uma mulher. Isso significa muito para NÓS mulheres. É, NÓS PODEMOS! 

Um comentário:

Anônimo disse...

Excelente texto, Dani. Concordo contigo. (Elias).